Poemas no espírito da Poesia!

"Ja disse o homem que depois/ Morreu e ficou na memória./
Que existe uma coisa na roda da história/ Que uma camada pra trás quer rodar./
Mas estes não servem/ Pra pôr sua mão nesta manivela/
Ficarão a margem olhando da janela/
A luta do povo esta roda girar."

(Ademar Bogo - CD Arte em Movimento).

Seguidores

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

TUDO SE TRANSFORMA


No Recanto Lagoa da Colina
Leio, oro, escrevo, observo, reflito...
E o vento sopra...
Acontece uma tempestade de folhas...
Amareladas, secas, em decomposição...
As folhas secarem... talvez seja dolorido
Um processo de espera...
Um processo distante...
Necessário para a renovação e transformação.

As árvores renovam as suas vestimentas
Transformam o seu visual...
Reverdejam com novos brotos e folhas.

Mas nem por isso arrancam seus galhos
Nem extirpam as suas raízes...
Continuam umas próximas das outras
Em uma espécie de sincronia vital...
Produzem um tapete sobre o solo
Que se renova e segue alimentando...

Há uma sinergia...
Um processo de renova...
Relação de interdependência
Uma 'coletiva' transformação!

4 comentários:

Anônimo disse...

Gostei da metáfora!
A natureza é divina!
Eu tambem gosto muito da brotação,
da renovação na primavera!!!
Eponina Soua Bucco

SERGIO BUCCO disse...

Quis que tu, madre mia!?!
Gostei da tua participação!
☺😊😀😉😍😘

Maristela Nunes Jubin disse...

Lindo!! magnífico, a perfeição da natureza, sempre a se transformar,, mostrando sempre sua beleza!!!!

Maristela Nunes Jubin disse...

Lindo!! magnífico, a perfeição da natureza, sempre a se transformar,, mostrando sempre sua beleza!!!!